quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Aqui Está o Novo Medicamento

Ainda não tenho os comprimidos, só amanhã. A farmácia do hospital ainda não tinha a devida autorização. Fiz análises e está tudo bem. Trouxe um guia de tratamento muito
interessante. A toma dos comprimidos é continua sem qualquer pausa. O medicamento chama-se LAPATINIB. A CAPECITABINA que eles falam é a outra quimio oral que eu faço durante 14 dias.



4500 novos casos por ano

UE aprova primeiro tratamento alvo oral para o cancro da mama ErbB2-positivo

A GlaxoSmithKline anuncia a autorização condicional de comercialização concedida pela Comissão Europeia do Tyverb® (lapatinib), o primeiro medicamento oral que actua, especificamente, sobre dois alvos moleculares nas células tumorais. A aprovação é válida nos 27 estados-membro da UE, Islândia e Noruega.

O lapatinib, em combinação com a capecitabina, está indicado para o tratamento de doentes com cancro da mama avançado ou metastático, cujos tumores apresentem sobre-expressão (níveis excessivos) da proteína ErbB2, também conhecida por HER2. (Estes tumores designam-se por ErbB2-positivos ou HER2-positivos.) O novo medicamento destina-se a doentes com cancro da mama metastático com progressão após tratamento com antraciclinas, taxanos e após trastuzumab para doença metastática.1

As noticias de hoje reflectem que a GSK está preparada para disponibilizar o lapatinib na União Europeia (sujeito às regras de acesso ao mercado), estando a Empresa neste momento a trabalhar com as autoridades de saúde de todos os Estados Membro para assegurar que o lapatinib possa ser disponibilizado às doentes candidatas a este tipo de medicamento, tão rápido quanto possivel.

O lapatinib tem um mecanismo de acção inovador e diferente das actuais terapêuticas aprovadas para o cancro da mama ErbB2-positivo. O lapatinib é uma molécula pequena que actua no interior das células tumorais, onde bloqueia a actividade da ErbB1 (ou EGFR) e da ErbB2 (ou HER2), duas proteínas do grupo das tirosina-cinases. Num grande número de casos, a actividade anómala destas duas proteínas (que funcionam como receptores à superfície das células) é responsável pela proliferação tumoral.1,2

«Esta é uma boa notícia para as mulheres europeias com cancro da mama ErbB2-positivo avançado ou metastático que necessitam de novas opções terapêuticas por já terem sido tratadas com antraciclinas, taxanos e trastuzumab. Lapatinib vai desempenhar um papel muito importante no tratamento deste tipo particularmente agressivo de cancro da mama, e tem a vantagem adicional de ser um comprimido em vez de um injectável», afirmou o Prof. David Cameron, co-autor do estudo de Fase III EGF100151, Director da Rede Nacional de Investigação Oncológica do Reino Unido e docente de Oncologia Médica na Faculdade de Medicina da Universidade de Leeds, na Inglaterra.

«Presenciamos um grande avanço para as doentes, e para os médicos, da Europa. Lapatinib representa uma importante e inovadora opção terapêutica para um grupo de doentes que precisa, realmente, de novas possibilidades de tratamento», afirmou o Dr. Paolo Paoletti, Vice-Presidente da GSK e Director do Centro para o Desenvovimento da Oncologia Médica desta empresa. Nas suas palavras, «a aprovação do lapatinib, cuja actividade continuará a ser investigada noutros tumores, é prova do nosso empenho na descoberta e no desenvolvimento de novos tratamentos para o cancro».

Resultados Submetidos
A aprovação europeia baseia-se num ensaio-piloto de Fase III (EGF100151), no qual participaram mulheres com cancro da mama ErbB2-positivo localmente avançado ou metastático, com progressão após tratamento com antraciclinas, taxanos e trastuzumab. No ensaio, as doentes foram tratadas com lapatinib e capecitabina ou, apenas, com capecitabina. Neste estudo, o Tempo para a Progressão da doença (TPP), avaliado pelos investigadores, foi de 5,5 meses (23,9 semanas) após o tratamento com lapatinib e capecitabina, comparativamente com 4,2 meses (18,3 semanas) após o tratamento com, apenas capecitabina. A avaliação da Commissão Independente de Revisão dos Dados demonstrou que lapatinib em associação com capecitabina aumentou significativamente o Tempo para a Progressão da doença, que foi 6,2 meses (27,1 semanas) comparativamente com 4,3 meses (18,6 semanas) com apenas capecitabina (hazard ratio 0,57, p=0,001).4

As metástases no sistema nervoso central são um dos piores fardos para as doentes com cancro da mama.5 Além do endpoint primário (objectivo principal) deste estudo de fase III ter sido alcançado, os resultados preliminares de uma análise não-planeada demonstram uma incidência reduzida de metástases cerebrais como o primeiro local de recorrência. Nesta análise retrospectiva, 2% das doentes tratadas com lapatinib e capecitabina apresentou metastáses cerebrais comparativamente com 6% das doentes que só recebeu capecitabina.1 Estes resultados preliminares alcançados com o lapatinib são promissores, e constituem a base da investigação clínica que está curso nesta área.

Os acontecimentos adversos mais frequentemente observados no referido estudo clínico foram do foro gastrintestinal (diarreia, náuseas e vómitos), ou cutâneos (rash e síndrome palmo-plantar).1 Tanto a diarreia como o rash foram mais frequentes no grupo lapatinib+capecitabina do que no grupo capecitabina.4 Na sua maioria, estes eventos tiveram intensidade ligeira a moderada, e a incidência de eventos de graus III e IV foi baixa e muito semelhante em ambos os grupos.4 O lapatinib esteve, também, associado a diminuição da fracção de ejecção ventricular esquerda (LVEF), e foi relatada toxicidade pulmonar. O RCM (Resumo das Características do Medicamento) do lapatinib disponibiliza, aos médicos, toda esta informação em pormenor.1

A aprovação que o lapatinib acaba de receber é designada por «autorização condicional de comercialização». Esta é uma autorização concedida a um medicamento com uma avaliação positiva de benefício/risco que, preenche uma lacuna terapêutica, e cujos benefícios para a Saúde Pública compensem os riscos inerentes ao facto de ainda serem necessários mais resultados de investigação clínica. Uma autorização condicional de comercialização é válida por um ano, período após o qual pode ser renovada. Cumprindo as exigências inerentes a esta autorização, a GSK apresentará outros resultados do referido ensaio, e realizará mais um estudo clínico.

Espero que seja benéfico para mim e acabe com este gajo por uma vez.

Desejo-vos a todos um excelente fim de semana

Beijinhos e o mesmo de sempre......blá..blá.... ADORO-VOS

18 comentários:

Nela disse...

Querida, as pessoas são diferentes, os casos são diferentes e as reacções também. Agora, a aposta é toda no lapatinib. E até tem um nome giro...
Vais passar a ser a Miss Lapatinibas, a nortenhas das covinhas que deu um chuto no fdp do bicho.
Jinhos

IsaLenca disse...

Não é injectável, é em casa...
Força aí nesse novo tratamento!
A Nela agora até teve piada com esse "teu" novo nome. Força aí pra deitar o bicho pró canudo!
Beijinhos grandes- e um xi cor-de-rosa!

Isa disse...

olá, Ida, que bom que são os avanços da medicina.
São menos idas ao hospital, tratamento em casa...muito bom...
Um beijinho grande.

Lia disse...

Olá Aidinha,
que bom que a medicina avança a passos largos!;0)Beijinhos e tudo a correr bem.
Deixo aqui um beijinho à Laura...que é feito da Laurinha?!...não a tenho sentido por aqui!:0((ando sempre numa pressinha,mas passo :0()Beijinho Laura.

May Alek disse...

Olá, Aida.
Que bom poder fazer o tratamento oral e em casa! Desejo que d~e tudo certo, que as reações sejam mínimas.
Beijinhos,
Maisa

Anônimo disse...

*****

Vamos a atacar o fdp.
Com o máximo de força!

Como diz a Lia, e é verdade tenho andado um pouco desaparecida.
Na última semana tenho andado com a minha rinite, sinusite e toda a qualidade de alergias assanhadas e sem vontade de escrever, mas não deixei de ir andando por aqui, embora bem menos.

Hoje tive de sair e fui de cor de rosa, por aqui na Póvoa não vi muita gente, mas também chove está mau tempo e há pouca roupa desta cor, foi pena.

Xis-corações para todas.
Obrigada Lia pelo beijinho.
laura

Cristina J. disse...

Fofinha do norte, claro que vai ser benéfico e vai rebentar com este fdp do caraças do bicho.

Para começar já te deu mais um nome (ninguém concorre contigo em nomes!),e atenção: com direito a "MISS" antes...

Bjokas grandes e que os efeitos secundários não sejam daqueles bué tramados.

Alda disse...

Oh Aidinha, esse gaijinho nem sabe o que lhe vai acontecer quando o Lapitinib começar o ataque...ai ai...
Força minha amiga!
Beijinhos grandes

Cinda disse...

Fofinha toca a dar cabo do fdp como diz a Nela.
Claro que isso vai acontecer, porque agora até já tens outro nome, por sinaL difícil de dizer.
Beijocas gosto muito de ti.

Carla da ervilha disse...

Aidinha, é desta que o gajo desiste! Um beijo grande para ti e para a Laurinha***

Querubim disse...

É desta q o gajo vai com o caraças!!!!
Beijinhos ;)

imel disse...

OI Aidinha, agora é que o fdp do bicho vai para o tanas. É mais um medicamento para acabar com ele de vez. Ainda bem que é oral e não tens que ir ao hospital tantas\vezes.

Gosto do novo nome Miss Lapatinibas.

Vai correr tudo bem! Estamos aqui sempre ao teu lado.

Um beijinho e um abraço muito muito forte para ti, covinhas.

retratoiluminado disse...

Com um carago!, este medicamento é novo e promissor, bendita ciencia, e bendita a tua vontade de vencer . ja andei a ver mais umas coisas aqui na net dessa terapeutica e parece-me danada para exterminar a doenca. Para alem disso há um livro bom em termos de alimentacao e conselhos que no inicio parecem meramente para vender livros, mas olha que fazem a diferenca, com casos comprovados de sucesso. Nao é muito caro, o meu foi 15.30€, e lê om olhos de vencedora e seguealgumas coisitas se puderes. Porque qualquer caminho è de aceitar para vencermos: o livro chama-se "anti cancro" .

Beijinhos linda Miss Lapatinibas.
E PQP o bicho!

Loulou disse...

Força, Miss Lapatinibas!

Beijos grandes

Anônimo disse...

Força e coragem é o que não te falta.
Logo, logo dás cabo do bicho.
Um beijinho grande,
Carmen.

Cinda disse...

Passei para de deixar um beijo grande e desejar um bom Domingo.
Gosto muito de ti, fofinha, força.

Cristina J. disse...

O que é feito desta morcona carago?
deixa-nos o nome do medicamento e pira-se daqui.

Olha, não vale a pena deixares isto aqui por muito mais tempo que eu não consigo fixar o nome do dito e por arrastamento não te sei chamar pela nova alcunha... por isso contunuas a ser a covinhas, a cabeça de gesso, a morcona e não me alembro de mais!

Bjinhos do tamanho do mundo e as melhoras

文章 disse...

餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 水晶 長灘島 長灘島旅遊 長灘島景點 長灘島必買 婚禮顧問 婚禮顧問 花蓮民宿 花蓮民宿