domingo, 2 de setembro de 2007

Um Dia Que Nunca Vou Esquecer

Ontem foi um dia muito especial.
Sempre achei que seria um dia em cheio, mas realmente tornou-se num dia tão importante que guardarei para toda a minha vida.

Por muito que tente explicar a toda a minha familia e amigos de sempre, nunca conseguirei exprimir o que senti ao conhecer-vos.
Conhecer-vos não, porque a sensação que tive foi de rever velhos amigos que já não via há muito tempo.
A Laura já a levava comigo, a Celeste nem sequer duvidava que não a conhecesse, as Isas tinha a certeza que sabia quem eram, a Manuela também tinha a certeza que não teria qualquer dúvida, a Tila confundiu-me, parecia uma miúda, a Loulou é super fofinha e a Alda o máximo, deu logo connosco (eu e a Laura).
Adorei conhecer a Buba, as três Carlas, uma delas também já não me escapava.
Os acompanhantes nem se fala, todos muito disponíveis. Alguns até foram os nossos fotógrafos de serviço.
A nossa Anixinha também lá esteve, sempre connosco. Fizemos um brinde muito sentido.
Nunca foi esquecida nem um minuto, além do mais enviou-nos uma mensagem muito linda que deixou toda a gente emocionada. Até telefonou e tudo.
O Platero também teve direito a um brinde especial.
A Saudosa CLAÚDIA, também sempre presente nos nossos corações.
Tivemos também direito a mensagens das nossas Super Glamorosas que não puderam estar presentes mas com a promessa de numa próxima lá estarem. Sentimos a falta da Lara mas agora sabemos porque não foi. Beijinhos muito especiais para ti amiga. Vai correr tudo bem e no próximo também lá vais estar.

Todas as pessoas que estão a passar por uma situação como a nossa deviam ver como a doença não tráz só coisa más. Aprendi muito com este grupo de Grandes Amigos. Ontem só formalizamos a Amizade que nos une há poucos meses mas parece de anos.

Fiquem agora com algumas fotos. Torna-se um bocado repetitivo mas não podia deixar de mostrar também um pouquinho das minhas.

Obrigada mais uma vez a todos

Beijinhos muiiiiito grandes

16 comentários:

laura disse...

......
À Aidinha e a todos que estiveram no nosso grande encontro de "Amor"

Bem, é muito difícil de tentar passar para prosa o que ontem se passou...

Todos se sentiam alegres felizes mas não acredito que algum não se tivesse comovido... eu pessoalmente estava extremamente sensível e disfarcei todo o dia, embora estivesse a fazer de conta
"que era tudo normal" mas não... a minha energia era "digamos" forçada e tu Aidinha que o digas... Mas Graças a Deus terminou tudo bem.

Foi uma pena o meu marido não ter ido, assim estaria mais à vontade e não estaria tão preocupada com o que se passava em casa... Talvez na Próxima... Quem sabe???

Por falar em próxima... isto não vai parar....
Lisboa, penso que é um bom sítio para os encontros. Gostaria de ir a Lagos... e a muitos outros lugares... mas realmente, Lisboa é o centro...
E se para não arrefecer o entusiasmo, fossem pensando no Verâo de S. Martinho (um magusto)
para os bloguistas ...

Que tal?

E nessa altura, talvez os nossos amigos queridos, que não puderam ir, a nossa queridíssima Anixinha o nosso simpático Platero e a nossa linda Lara já possam dar-nos a grande alegria de os ver !!
Mas vocês ontem não foram esquecidos, só não estavam lá os vossos corpos mas vossa "presença" foi sentida...

Vou terminar, na certeza que é nas amarguras da vida que se propoêm as grandes alternativas.... e a nossa tem de ser esta

Amizade.

sempre contigo laura

celeste disse...

Querida amiga estou sem palavras para exprimir a onda de calor humano que senti,so te posso dizer que foi um dos melhores dias da minha vida.beijinho.

Loulou disse...

Aida, adorei ter estado contigo e com todos ontem! Foi lindo sentir a amizade, carinho de todos vocês.

Grande beijinho

Carla disse...

Aida, e tinha a certeza que te reconheceria em qualquer lado. Sempre que aqui via a tua foto dizia para mim que és muito, muito bonita, e que tens um rosto de quem só pode superar todas as provas! Gostei muito de te conhecer e só tenho pena de ter tido que sair mais cedo. Da próxima hei-de conhecer melhor todas as amigas do peito! Um beijo muito grande.

celeste disse...

ola miga linda é só para te deixar um beijinho,e escrever que gosto muito de ti.

Tila disse...

Bom dia com muita Alegria!!!

Que dizer??? Adorei!Adorei!Adorei!

Aida, tu és Linda tal e qual como nas tuas fotos, tens uma alegria contagiante continua sempre assim.Quanto ao resto do grupo, adorei conhecer todas e também as respectivas companhias, costuma-se dizer que por detras de um grande homem está sempre uma grande mulher, mas desta vez ficou provado, que grandes homens andam connosco ;)

Beijos de saudades para todos.

Tila disse...

Bom dia com muita Alegria!!!

Que dizer??? Adorei!Adorei!Adorei!

Aida, tu és Linda tal e qual como nas tuas fotos, tens uma alegria contagiante continua sempre assim.Quanto ao resto do grupo, adorei conhecer todas e também as respectivas companhias, costuma-se dizer que por detras de um grande homem está sempre uma grande mulher, mas desta vez ficou provado, que grandes homens andam connosco ;)

Beijos de saudades para todos.

Manuela disse...

Diz a Laura que é nas amarguras da vida que se propoêm as grandes alternativas... Até podia ter passado despercebido, uma vez que ela está sempre a dizer coisas... mas não! Ela tem absoluta razão.

E, de facto, até fica esquisito tentar explicar este fenómeno a alguém que o não viva.

Isto é especialíssimo!

Bom, quanto a ti menina Aida, temos muito que conversar... As tréguas norte/sul acabaram e vais levar poucas, vais! Morcã.... Isto para não te chamar Morcona...

Espera pela pancada aqui da Moura...

Só um aparte: não acharam a Buba espectacular?! Eu achei. E adorei falar com o marido dela! Os noivos!

Tila disse...

Viva os noivos!

Isa disse...

Aida amiga...gosteiiiiiii taaaannnto de te conhecer pessoalmente...na verdade eu ja te conhecia...é como tu és que eu te imaginava. Muito vivaça, divertida, bonita, sempre com uma palavra amiga para soltar...realmente...és especial.
Um beijo
Isa

Anônimo disse...

Bem... Eu que estou de fora... Sinto um arrepio decilicioso a observar estas fotos, estes sorrisos, estes abtaços, estas amizades tão vividas e tão sentidas! Tão reais, portanto!
Que Deus vos ajude a manter essa união pela grande causa que vos une: a FORÇA, a CORAGEM, a DTERMINAÇÃO, a LUTA, a VIDA!

Foi um bonito exemplo de amizade, um bonito exemplo de flores coloridas! Os vossos rostos tão iluminados pela candura do que vai dentro do vosse peito, ou seja, do vosso coração!

Aprendo imenso com todas!

Aida, és um doce!
X

carla disse...

Oi, Aida és mesmo uma mulher do norte com muita força para vencer.
Beijos à Laura é uma grande amiga.
Gostei imenso de estar com vocês.
Beijocas

isa- retratoiluminado disse...

Aida

Tenho faltado ao cafezinho, ando estafada amiga...isto agora tem sido assim, ainda nao estou deitada e ja ando a dormir!... a barraca tambem nao anda muito acolhedora!...mas vais ficar, ai se vai!...

Beijinhos linda, que é feita da nossa Laura?

Isa

laura disse...

....
Aidinha, linda, ontem faltaste ao café, fiquei ali na seca e ninguém apareceu, acho que vocês me estão a trair.....

Olha para a Carla de Beja: também gostei muito da menina Carla e da outra que parece ser Carmo, da nossa Isa já nem se fala é um torrãozinho ... (doce)

Gosto muito de brincar com vocês, só é pena os kms....

Voltando à Aidinha, vê se dizes alguma coisa logo, preciso de saber as novidades.

Dá beijinhos ao Zé Manel e ao António, desejo boa viagem, tudo bom na vida. Ah, é verdade que vão preparando a chegada de "duas" portugas............
Beijinhos da sempre contigo. laura

Alda disse...

Olá querida Aida
Foi muito mas muito fixe conhecer-vos a todas.
Eu imagina-te assim... até a tua voz é doce.
Diz à Laura, que também gostei muito dela.
Beijocas grandes para as duas.
E até para a semana...porque agora é mais umas férias.

um dois três experiência disse...

Querida colega blogger, é com grande gosto que encontro sites que confortam nestes momentos mais angustiantes, sou uma jovem de 22 anos e estou de partida para Lisboa, estou a estudar no Porto, para acompanhar o primeiro tratamento de quimioterapia da minha mãe, que tem pela frente uns tempos menos agradáveis, com sessões de quimio, radio e medicamentos. Nestas alturas tudo pesa, a dor da mãe e, de um modo egoista, a minha dor, ou melhor, angústia, ao pensar que também posso vir a desenvolver a mesma doença. É um momento muito dura, mas com esperança no futuro tudo se vai resolver, espero eu e os que me acompanham. Muita força para todos!